segunda-feira, 12 de março de 2012

Nada admirável mundo novo!

compartilhar INGLÊS QUE NASCEU MULHER, MAS SE TORNOU "HOMEM", ENGRAVIDA E PARCEIRO O DEIXA



Thomas Beatie (leia a história aqui) não é um caso isolado. A Inglaterra também tem uma história de "homem grávido"... Jason, de 24 anos, tomou um susto quando o seu parceiro o acordou às 7h para dizer que estava "grávido". Ele esfregou os olhos e viu Paul agitando um teste de gravidez no ar. "Você vai ser papai", disse Paul,legalmente reconhecido como do sexo masculino. Paul nasceu mulher, mas se tornou "homem" após terapia hormanal. Entretanto ele não perdeu a capacidade de engravidar.



"Quando ele me acordou àquela manhã foi um grande choque. Fiquei em pânico e com medo. Pensei que crianças fossem algo para um futuro mais distante, não seis meses após nos conhecermos", contou Jason, segundo reportagem do "Sun".

Jason e Paul se conheceram em um pub. Até o segundo encontro, Jason não sabia que Paul havia nascido mulher. A filha de Paul e Jason nasceu ano passado.Mas com o nascimento, a relação chegou ao fim. "O fato de Paul não estar recebendo testosterona durante a gravidez fez com que ele se tornasse cada vez mais uma mulher. Os seios cresceram, ele ficou inchado e até começou a ter um cheiro diferente", contou Jason.

Era o fim da linha para os dois. Jason, entretanto, diz ser um orgulhoso pai. Ele não deixa de visitar a filha.Fonte: G1

NOTA: Digam, aqueles que apóiam tal prática, o que quiserem, mas ninguém me convence de que a mente de uma criança que nasce sob tais circunstâncias não é afetada, até irreversivelmente, posto não saber mais o que é uma "mãe" ou um "pai" .Este tipo de comportamento estranho é um ultraje à sociedade como um todo. Infelizmente, a ditadura do "politicamente correto" vitupera violentamente aqueles que ainda pensam que o modus vivendi familiar tem consequência óbvias e diretas com o social, seja para melhor ou para pior. Esta dissociação que faz-se, hoje, da moral particular para uma moral estranha, idealizada em guetos intelectuais céticos, agnósticos ou ateístas mesmo, prevalece como um novo paradigma social sagrado, cujo status foi usurpado da religiosidade judaico-cristã, antes prevalecente na sociedade ocidental. O oriente erra muito quando diz que o "Ocidente cristão" é isto ou aquilo... não existe mais um "Ocidente cristão" propriamente dito. A Igreja, há muito institucionalizada e que abdicou do direito de ser uma agência de Deus (espiritual), na ânsia de ser pessoa jurídica, agoniza tentando salvaguardar o resto, o resquício de cristianismo que tão bem fundamentou nossa sociedade, durante vários séculos. Agora estamos entregues à uma anarquia moral preconceituosa, anticristã e cultuada principalmente na mídia e nos centros acadêmicos Ocidente afora. Sei que pode parecer não ter "nada a ver", mas atrevo-me a dizer que o próximo passo desta espiral de anarquia social e moral é a legalização completa da pedofilia. Este é o próximo passo "lógico" no processo de desconstrução e aniquilação total dos antigos paradigmas.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...