sexta-feira, 22 de abril de 2011

Série Cidades do RN: Natal

compartilhar Iniciamos uma serie sobre as cidade do Rio Grande do Norte, tentando mostrar algo ainda desconhecido do público, curiosidade, história e sua tradições. E como não poderia ser diferente iniciamos por nossa capital, a cidade do sol, Natal.

Natal, a capital dos Potiguares
Coluna Capitolina

Bosque dos Namorados


Você chega da Europa mais rápido em Natal, tempo de economia estimado se for por avião 45 minutos e por navegação 2,7 dias.

Natal está situada entre o rio e o mar. O Litoral Potiguar (RN) possui mais de 400 Km de maravilhosas praias, com encantadoras lagoas de lazer próximas ao mar e mais de 20Km de extensão de rio em área urbana.

Quem está nas praias olhando para o mar de Natal está mais perto da África que de São Paulo e mais próximo da Europa que da Argentina. Ali é a "esquina do continente."

Em 1942, época da Segunda Guerra Mundial, a posição geográfica de Natal foi classificada como "um dos quatro pontos mais estratégicos do mundo" pelo Departamento de Guerra dos EUA, junto com Suez, Gibraltar e Bósforo. Na época as praias de Natal eram freqüentadas somente por pescadores e a população ribeirinha. Os militares americanos tornaram algumas praias famosas, como a Praia dos Artistas, que recebeu esse nome por causa das muitas personalidades que eram vistas no lugar.

A população de Natal foi a primeira a consumir Coca-Cola na América do Sul, em 1942, quando a chegada das tropas aliadas trouxe de carona a quarta fábrica da bebida no mundo. A bala do Mickey, vendida na Disney, também sai dali, da fábrica Sam's, que há 50 anos exporta guloseimas.

Natal conta-se (pode ser só uma lenda) foi ponto de parada do escritor francês Saint-Exupéry, aviador na Segunda Guerra, que citou o pôr-do-sol da cidade no livro "Atlântico Sul" e o Baobá, árvore africana que tem três exemplares no Rio Grande do Norte, na sua mais famosa obra, "O Pequeno Príncipe". O autor teria ficado impressionado com o fato de que eram necessários 15 homens para abraçar o tronco da árvore.

O coqueiro, árvore constante nas praias de Natal, foi usado na Segunda Guerra Mundial, fornecendo soro, porque a água de coco é rica em proteínas, sais minerais e vitaminas.

Turistas em Natal - Natal recebe por volta de 2 milhões turistas/ano, e está com o fluxo ascendente com 25% de aumento por ano. Dos cerca de 30% do total de turistas estrangeiros que visitam Natal, em primeiro lugar estão os portugueses (30%), em segundo lugar estão os holandeses (17%), seguidos dos espanhóis (9,7%) e os argentinos (7,22). Sobre os turistas nacionais o estado mais emissor para Natal é São Paulo (23,95%), em segundo lugar Pernambuco (16%), seguido do Ceará com 10% e Rio de Janeiro (8,5%).

Épocas mais visitadas: Janeiro, Fevereiro, Março, Julho, Agosto, Novembro e Dezembro.

Carne-de-sol - Presente em vários pratos da região, é um alimento muito popular no Nordeste do Brasil. É uma carne salgada e seca, desidratada ao relento, que mantém a cor avermelhada.

Parque das Dunas – envolve o centro de Natal, margeia a Via Costeira é o segundo maior Parque Florestal Urbano do Brasil

Natal possui em sua região metropolitana, no Litoral Sul Praia de Pirangi, o maior "Cajueiro do Mundo".

Natal possui o ar mais puro das Américas.

O termo "Cidade do Sol" se promove com 300 dias de sol durante o ano

Natal é a "Capital Mundial do Buggy". Passeios maravilhosos de Buggy por Dunas, Praias e Lagoas são uma das maiores atrações turísticas de Natal.

Natal é a "Terra do Camarão". Visitantes de Natal saboreiam uma grande e rica variedade gastronômica. Natal é o maior produtor e exportador de camarões do país.

Natal é a Terra do escritor e Professor Luis Câmara Cascudo (1898-1986) – "O melhor do Brasil é o brasileiro..." - considerado um dos maiores folcloristas nacionais:

Fonte: Internet

2 comentários:

Olga disse...

Aurélio, parabens pela iniciativa cultural dessa matéria. A cultura do RN, tem de ser divulgada para o mundo conhecer por suas belíssimas histórias, contos e prosas de cada município. Tenho certeza que logo teremmos a história dos Caiçarenses aberta para todos conhecerem um pouco das tradições, da linda Serra da Gameleira, das Fazendas que levam nomes de Santos, de um Portal dos Ventos que riquezas está trazendo para nosso município e tantos outros. Parabens!!!. Olga

Aurelio Lisboa disse...

É saudável meu amigo AURÉLIO, ler os informes postados em seu BLOG, continue assim com essa PERFORMANCE e tenha certeza que bons internautas visitarão sua página, afinal voçe é uma pessoa abençoada por DEUS.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...