quinta-feira, 21 de abril de 2011

Reparo do canal do Pataxó é concluído e abastecimento da adutora será normalizado

compartilhar
Após quatro dias de trabalho dos técnicos da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) foram concluídos, na noite dessa terça-feira (19), os reparos no Canal do Pataxó. O término dos serviços de contenção de vazamento permitiu a religação da Adutora Sertão Central Central Cabugi, tão logo a recuperação foi encerrada. A Companhia manteve equipe de 20 técnicos atuando de forma emergencial desde o último domingo (17), quando foi detectado o problema, para garantir o abastecimento de água em oito cidades atendidas pela adutora Sertão Central Cabugi. Na manhã desta quarta-feira (20), foi ativada a segunda bomba que serve ao sistema de distribuição de água. Foto: divulgação/caernRachaduras na parte inferior do canal do Pataxó contribuíram para interromper o abastecimento em 8 cidades do RN 
Rachaduras na parte inferior do canal do Pataxó contribuíram para interromper o abastecimento em 8 cidades do RN

A Adutora Sertão Central Cabugi começa em Itajá e abastece as cidades de Angicos, Fernando Pedrosa, Pedro Avelino, Lajes, Caiçara do Rio dos Ventos, Riachuelo, Pedra Preta, Jardim de Angicos e mais 32 comunidades rurais. O canal é administrado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh). De acordo com o gerente da Regional da Caern em Assu, Antônio de Pádua da Costa, o sistema já foi regularizado completamente. O abastecimento das cidades e mais de 30 comunidades atendidas pela adutora, volta ao normal gradativamente, a partir da sua reativação.

 
Alguns municípios atendidos pela adutora Sertão Central Cabugi pertecem a área de atuação da Regional Natal Norte da Caern. A previsão do gerente desta regional, Ricardo Marinho, é que algumas cidades, tais como Caiçara do Rio dos Ventos e Riachuelo, terão o abastecimento normalizado até a manhã desta quinta-feira (21). Segundo Ricardo, as populações dessas regiões podem ficar tranquilas com o restabelecimento do fornecimento de água.

O problema

A paralisação da adutora Sertão Central Cabugi foi causada por rachaduras na parte inferior do canal do Pataxó, a uma distância de 700 metros da parede da barragem Armando Ribeiro Gonçalves, em Assu, cerca de cinco quilômetros depois, na BR-304. O serviço emergencial consistiu na colocação de 90 metros de canos, distribuídos em três seções de 30 metros cada, com 600 milímetros de diâmetro na maior parte do trecho.  Esta tubulação passa por dentro do Pataxó e substitui toda a extensão do canal que ficou comprometida pelas rachaduras. O problema estava localizado na parte inferior e também nas paredes laterais, que caíram em alguns pontos.

fonte: Tribuna do Norte C/ informações da Caern




Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...