quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Na ONU, Brasil vota pela erotização infantil, mas medida não é aprovada

compartilhar
Bloco de países conservadores, com apoio dos EUA, barrou 3 resoluções

Na ONU, Brasil vota pela erotização infantil, mas medida não é aprovada, o controle dos pais sobre o modo como as crianças serão expostas à educação sexual na sala de aula foi debatido na semana passada numa comissão das Nações Unidas dedicada ao tema da infância.

A proposta era que, após a leitura do Terceiro Comitê da 72ª Sessão, fosse aprovada uma resolução recomendando que crianças pequenas pudessem ser expostas a aulas sobre sexo sem a necessidade de os pais serem informados. Entre os favoráveis estava o Brasil.

Contudo, após a manifestação contrária dos Estados Unidos, que sob o governo Trump tem impedido o avanço das agendas liberais, os países do continente africano votaram em massa uma emenda contrária. A exceção foi a África do Sul, que ficou ao lado dos países europeus, que sugeriram a mudança.

Sendo assim, a autoridade dos pais sobre a educação sexual dos filhos está, temporariamente, garantida.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...