domingo, 9 de setembro de 2012

Vacina contra a dengue em testes

compartilhar

Em fase de testes há quase dois anos, a vacina contra os sintomas da dengue vem sendo ministrada em 850 crianças e adolescentes natalenses. A pesquisa, desenvolvida na Ásia e na América Latina sob orientação do laboratório francês Sanofi Pasteur, ocorre em cinco cidades brasileiras: Natal, Campo Grande (MS), Fortaleza (CE), Goiânia (GO) e Vitória (ES). O centro de pesquisa local funciona nas dependências do Hospital Infantil Varela Santiago, sob coordenação do médico infectologista Kleber Luz. Os estudos são divididos em duas fases (aplicação e monitoramento), e irão durar três anos antes da substância ter sua eficácia comprovada.

Júnior SantosVoluntários natalenses testam a substância que irá combater os quatro tipos de vírus existentesVoluntários natalenses testam a substância que irá combater os quatro tipos de vírus existentes

"Estamos aplicando a terceira dose da vacina nos voluntários, ministrada de seis em seis meses, e com isso concluímos a primeira fase da pesquisa", explicou o médico. De acordo com Kleber Luz, a avaliação da nova substância segue padrões internacionais de pesquisas, onde metade das pessoas recebem a vacina e a outra metade placebo. "Iremos monitorar os pacientes pelos próximos dois anos, antes de elaborar relatório com os resultados finais". A vacina tem largo espectro, é tetravalente, e a meta é combater os quatro tipos de vírus existentes.

Boa parte dos voluntários que participam da pesquisa são de Felipe Camarão, bairro onde, historicamente, se registra o maior índice de pessoas infectadas pela doença na capital potiguar. As pesquisas em Natal começaram em 2011, e a cidade foi selecionada para participar dos testes pela incidência dos casos e "pela possibilidade de desenvolver os estudos", disse Luz. Segundo o infectologista que coordena a pesquisa no RN, os resultados verificados na Ásia, onde a pesquisa está mais avançada, "são promissores": "A questão agora é atestar a eficácia da vacina nos latino-americanos, saber se haverá alguma reação diferente da constatada nos orientais".

Além do Brasil, o laboratório francês também testa a vacina em Porto Rico, Colômbia e México, entre outros países onde a dengue é considerada uma epidemia. Ao todo cerca de 20 mil voluntários estão envolvidos na pesquisa.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...