quinta-feira, 19 de abril de 2012

Morre aos 112 anos a mulher mais velha do Rio Grande do Norte

compartilhar

Dona Maria Alexandrina, que era considerada a mulher mais velha do Rio Grande do Norte, morreu na manhã do ultimo domingo (15) aos 112 anos de idade na comunidade de Cachoeirinha, que fica a 3 km do centro do município de Currais Novos. No dia 15 de maio, ela completaria mais um ano de vida. A morte foi por causas naturais.

Maria Alexandrina era mãe de 22 filhos, o seu filho mais velho, José Alexandrino que mora em Rio Verde-GO está com 96 anos e a sua filha caçula tem 68 anos de idade. Não se tem a quantidade exata de netos, mas, calcula-se que havia em torno dos 180, tinha 50 bisnetos e 20 tataranetos.


Os familiares acreditam que ela podia ter, de verdade, 117 ou 118 anos, uma vez que ela obteve seu registro de nascimento aos 5 anos, pois antigamente era necessário pagar para ter esse documento. Dona Alexandrina foi lavadeira de roupas de famílias importantes do município, onde trabalhou por vários anos na casa do desembargador Tomaz Salustino, proprietário da Mina Brejuí.


Ela contava que foi o senador potiguar Agenor Nunes de Maria quem a recompensou com uma pequena aposentadoria. Além disso, ela afirmou que conheceu o cangaceiro Lampião na época em que morou no brejo paraibano. Segundo testemunhas, Dona Maria Alexandrina era bastante conhecida e querida pelo município de Currais Novo.


Fonte: No minuto via Atualidades

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...