segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Mundo chega a 7 bilhões. "Superpopulação"?

compartilhar
DADOS INDICAM QUE POPULAÇÃO MUNDIAL CHEGA A 7 BILHÕES AMANHÃ. MAS A QUESTÃO É: HÁ REALMENTE UMA "SUPERPOPULAÇÃO" NO PLANETA?


Trem de passageiros, na Índia: os grandes centros urbanos estão, realmente, superlotados; contudo, muitas áreas, localizadas até próximo destes mesmos centros, permanecem vazias. Há realmente tanta gente assim no mundo?
Sabe, prezado internauta, apesar das vociferações constantes dos grupos pró-despopulação mundial, penso que esta é uma das maiores farsas jamais contadas. Não precisamos, de fato, de uma fórmula de algum economista vencedor do Nobel, intricada e incognoscível pela maioria da população, para sabermos que há alguma coisa errada na tese da "superpopulação": andando no entorno dos grandes centros urbanos, vemos muita, muita área desabitada. Se você estiver pensando que isto é fenômeno no Brasil, bem, não é! Estima-se que, se colocásse-mos os seres humanos em áreas habitáveis do planeta, um ao lado do outro, teríamos um espaço de aproximadamente 1 Km quadrado para CADA ser humano!

Mas, não pense que sou um descrente total da "superpopulação". Creio que devemos contextualizar esta palavra. Se você me perguntar se creio em uma superpopulação na cidade do México, por exemplo, ou em São Paulo ou em Mumbai (Índia), então acredito sim! Mas, no planeta? De forma alguma!! Creio que a contingência populacional mundial está se tornando insustentável.... para se governar! O governo global de 7 bilhões de pessoas é, certamente, "insustentável", nas mentes dos globalistas. Como sua meta incondicional é a criação de uma Nova Ordem Mundial, com supressão da liberdades individuais - algo que, aliás, venho falando há tempos neste blog, com inúmeros exemplos factuais - então, para atingí-la, creio que farão o que "for necessário". Inclusive, eliminando a própria população para "o equilíbrio do planeta".

Não caia nessa, internauta. Pesquise, vá atrás dos dados, seja crítico (no sentido positivo) para separar joio de trigo, a partir de informações "fantásticas" e fixe-se no que é realmente factual e alarmante mas que, por algum motivo, retumba diante de ouvidos de surdos. Por tudo o que vejo, leio e escuto, penso que estamos caminhando inegavelmente para uma das maiores crises da história da humanida.... perpetrada por ela mesma! Não na "superpopulação global", mas na perpetuação e implicações deste mito.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...