sexta-feira, 24 de junho de 2011

Revelações marinadas

compartilhar O Apóstolo Paulo esperou catorze anos antes de partilhar acerca de uma experiência celestial e transcendente que um certo homem (o mais certo é ter sido ele próprio) vivenciou. Existem certas informações e revelações que são difíceis de digerir e por isso devem ficar a aguardar o tempo certo para vir à luz. Como as marinadas. Que ficam um certo tempo a repousar, a apurar e a aperfeiçoar o gosto. No final ficam muito mais saborosas.

Algumas experiências, quando expostas antes do tempo, podem trazer mais trevas que luz. Nesta febre da relevância imediatista, desaprendeu-se a aguardar. Confesso que é das coisas que mais me custa, calar e esperar.

Mas Deus está a ensinar-me. Reter a fala, parar o pé, deter a mão. Sossegar o espírito. As gloriosas Palavras do céu são e foram sempre cozinhadas em lume brando. Por maior e melhor que seja a grandeza da experiência, é sempre sensato calar a boca primeiro.

Como bem disse o sábio Pregador, há "tempo de estar calado e tempo de falar."

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...